Paranaguá

Reunião do Diretório do MDB filia Adalberto Araujo e anuncia chapa de vereadores

Ultima Atualização: 21.02.2020 às 23:16:17
Presidente João Mendes e o novo filiado Adalberto Araujo

Após a posse do novo Diretório Municipal do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de Paranaguá, feito em maio do ano passado, nesta quinta-feira (20), o partido realizou sua primeira reunião, visando à preparação para as eleições deste ano.

Sob o comando do presidente do Diretório, o vereador João Mendes Filho, o encontro foi realizado nas dependências do Clube Olímpico de Paranaguá, a partir das 19hs30 e contou com a presença de emedebistas históricos, como Ogarito Borgias Linhares, que atua na Secretaria Especial de Portos (SEP) do Governo Federal, o Delegado e Tesoureiro do Diretório do MDB, Eduardo Mattar Cecy, Izael Modesto Alexandre, Jorginho Mattar, o vice-presidente Pedro Wiliam Mattar Cecy entre outros.

Na reunião foi apresentada a chapa completa de vereadores que disputarão os votos dos parnanguaras em outubro e foi marcada pela filiação do ex-vereador, o advogado Adalberto Araujo que, hoje, também comanda o Programa "Bom Dia Cidade"  na Rádio Cidade FM 97.3.

A sigla divulgou o encontro partidário, o que resultou na vinda de políticos de outras agremiações, tidos como pré-candidatos a prefeito, como o apresentador do Programa Litoral Urgente da TVCI, o advogado Alceu Maron Filho (PROS) e o servidor municipal, Aramis do Nascimento (DEM), o popular Pichaco, onde se cogita uma possível união de siglas da oposição junto ao MDB. Também se fez presente o pré-candidato a prefeitura de Antonina pelo MDB, Erick Mendes, além de simpatizantes do partido.

Em seu discurso, o presidente João Mendes, não descartou a possiblidade do MDB local lançar candidatura majoritária, atendendo a meta definida pela Executiva Estadual, de ter candidatos a prefeito na maioria das cidades, onde o partido contar com representação partidária.

“No momento estamos todos conversando e discutindo o que é melhor para cidade e aos parnanguaras nos próximos quatro anos”, disse o vereador.  

Comentários