Paranaguá

Mulher morta a tiros no Parque São João permanece sem identificação no IML

Ultima Atualização: 10.02.2020 às 16:49:59

Permanece sem identificação, no Instituto Médico Legal (IML) de Paranaguá, o corpo da mulher que foi assassinada a tiros, na madrugada desta segunda-feira, 10. O crime ocorreu no Parque São João.

Conforme a ocorrência, por volta das 2h50, uma equipe de Rádio Patrulha da PM estava em ronda pela região, quando populares abordaram a viatura, relatando que um homem havia efetuado disparos de arma de fogo contra uma mulher na Rua Etuzy Takayama.

De imediato os policiais foram averiguar e encontraram a vítima caída na rua. O Samu também foi acionado e, ao chegar, constatou que a mulher estava em óbito, alvejada com cinco tiros na região da cabeça. Durante as diligências, foi informado que o autor dos tiros teria fugido do local em um veículo cor preta, mas ninguém soube passar outras informações que pudessem levar ao assassino.

Após as análises da perícia criminal, o corpo da mulher foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Paranaguá e, até o encerramento desta matéria, permanecia aguardando familiares para a identificação.

Trata-se de uma mulher de pele parda, magra, de cabelos e olhos castanhos, com altura aproximada de 1m60, aparentando cerca de 30 anos, a qual estava trajando vestido e tênis preto. Como ela não portava documentos, algumas de suas tatuagens foram divulgadas para ajudar na identificação. Uma delas é o nome “Everton” escrito no antebraço direito. Ela também tem a palavra “Leon” tatuada no lado esquerdo do pescoço.

O caso está sob investigação da 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá, que aguarda a identificação da vítima para dar sequência às investigações.

IDENTIFICADA

Foi identificada no IML, nesta tarde, o corpo da mulher morta tiros no Parque São João durante a madrugada. Trata-se de Andreia Pereira Gonçalves, de 35 anos, que era natural de Paranaguá e tinha endereço no Jardim Guaraituba.

Comentários